Tips for motorcycling in Portugal IMTBIKE
  1. Sempre carregue uma roupa de chuva à mão. A parte superior do case da moto é um bom lugar para guarda-las. O clima português é geralmente quente e seco no interior, especialmente na primavera e no verão, mas a fachada atlântica é mais húmida, não sendo raro ver danças de nuvens, o que torna mais provável chuvas inesperadas.

 

  1. Cuidado com os pedágios! Se usarmos estradas com portagem próximas das grandes cidades para evitar o tráfego periférico denso (Lisboa é o exemplo perfeito), deveremos ter em mãos algumas moedas ou um cartão de crédito. Em algumas portagens, o dinheiro é depositado diretamente em uma máquina, outros contam com um funcionário das rodovias para que a operação seja mais fácil. Mas também há muitas seções de pedágios eletrônicos, em que um leitor identifica nossa placa. Para pagá-los e não cometer uma infração, podemos fazê-lo através da nossa Via-T espanhola se tiver uma, acessando um dos terminais Easytoll com um cartão de crédito e vinculando-o ao nosso cadastro, ou adquirindo um Tollcard pré-pago online (portugaltolls.com).

 

  1. Os bloqueios de estradas policiais não são particularmente comuns em Portugal, embora ocasionalmente possamos encontrar um ao entrar ou sair de uma cidade. É óbvio, de qualquer forma, que é obrigatório respeitar as regras de trânsito, pois há presença policial.

 

  1. Os ventos de oeste fazem de Portugal um destino ideal para surfistas. A força destes ventos é tal que em certas estradas costeiras não é incomun encontrar areia da praia arrastada para o asfalto. Tenha extremo cuidado nessas seções.

 

  1. Passear por Portugal de moto é um prazer em todos os sentidos, incluindo o paladar. A comida servida nos restaurantes costuma ser deliciosa, embora às vezes com porções generosas, que se tivermos que continuar a andar de moto podem ser um tanto excessivas. É por isso que é aconselhável ser moderado ao fazer o pedido. E olha que isso é conselho de quem adora comer … e muito!

 

  1. Já não existem postos de fronteira entre Espanha e Portugal. Em condições normais, se circula livremente, sem controle, entre os dois países. Porém, um bom conselho é ter sempre o passaporte em mãos caso seja solicitado em um controle de rotina.

 

  1. Os portugueses são pessoas de aspecto melancólico e sereno, mas essa impressão logo desaparece ao lidar com eles: são extremamente educados e gentis, além de simpaticos e inteligentes também. Embora seja um povo com amplo conhecimento de inglês e espanhol, eles apreciam quando aprendemos algumas palavras em português para falar com eles e iniciar uma conversa (a maioria dos guias de viagem contém um pequeno glossário com palavras no idioma).

 

  1. Portugal é conhecido pelos seus cabos geográficos e topográficos, que costumam apresentar falésias íngremes e bonitas sobranceiras ao mar, muitas vezes equipadas para que os turistas possam contemplar a sua beleza. É o caso, por exemplo, do famoso Cabo da Roca, ponto mais ocidental da Europa continental. Embora o sol possa brilhar quinhentos metros para o interior, no cabo pode garoar e fazer frio … Melhor se aquecer, só para garantir.

 

  1. Os horários das refeições em Portugal são semelhantes aos da Europa Central: o almoço e o jantar são servidos mais cedo do que na Espanha, por exemplo. Ao chegarmos a Portugal por via terrestre proveniente do país vizinho, devemos também ter em mente que temos que atrasar uma hora no relógio.

 

  1. Em Portugal os hotéis são o tipo de alojamento ideal, e o país conta com uma oferta ampla e mais especializada. Dos resorts algarvios às antigas cidadelas restauradas da zona de Lisboa, para citar apenas alguns exemplos, num percurso guiado de moto com a IMTBIKE desfrutaremos do merecido descanso após um dia de moto num alojamento cuidadosamente escolhido pela nossa equipe.
Share this post: